top of page
  • Foto do escritorRicardo Caldas

A Origem do Agile Manifesto

Em de Fevereiro de 2001, 17 profissionais de tecnologia da informação se encontraram numa estação de Ski em Utah (Estados Unidos) para discutir um tema em comum entre eles: Encontrar as melhores alternativas para a gestão do desenvolvimento de software.


Naquela época, eles estavam tendo dificuldades na gestão do desenvolvimento de software pois haviam enormes perdas financeiras, projetos em atraso, baixa qualidade do software, utilizadores insatisfeitos, desenvolvedores desmotivados e muitos mais problemas.


Vale a ressalva que anteriormente à reunião que gerou o Manifesto Ágil, houve um encontro de líderes da comunidade do Extreme Programming (XP). Dentre os principais diálogos, debateram sobre a relação entre o XP e os Método Leves – Scrum, DSDM, Adaptive Software Development, Crystal, Feature-Driven Development, Pragmatic Programming, entre outros. Com isso, notaram que o XP era melhor como um método específico, porém com espaço comum entre ele e os métodos leves.


Entretanto, estamos falando de pessoas que já naquela época, tinham muita experiência em desenvolvimento de software, gestão de projetos e criação de métodos de trabalho:

  • Ken Schwaber, co-criador do Scrum.

  • Jeff Sutherland, o inventor do Scrum.

  • Kent Beck, co-criador da eXtreme Programming (XP).

  • Ron Jeffries, co-criador da eXtreme Programming (XP).

  • Mike Beedle, co-autor de Desenvolvimento Ágil de Software com Scrum.

  • Alistair Cockburn, criador da Metodologia Ágil Crystal.

  • Martin Fowler, desenvolvedor parceiro da Thoughtworks.

  • Ward Cunningham, criador do conceito wiki.

  • James Grenning, autor de Test Driven Development.

  • Jim Highsmith, criador do Adaptive Software Development (ASD).

  • Andrew Hunt, co-autor de O Programador Pragmático.

  • Jon Kern, atuante até os dias de hoje em assuntos de agilidade.

  • Brian Marick, cientista da computação e autor de vários livros sobre programação.

  • Steve Mellor, cientista da computação e um dos idealizadores da Análise de Sistema Orientado a Objetos (OOSA).

  • Dave Thomas, programador e co-autor de The Pragmatic Programmer.

  • Arie van Bennekum, da Integrated Agile.

  • Robert C. Martin, o “Uncle Bob”.

Atualmente, essas pessoas são famosas pela criação do Manifesto Ágil mas também por outras criações que fizeram e que com o passar dos anos, ficaram na “moda” e muitas empresas ao redor do mundo estão a utilizar, como Scrum, XP (Extreme Programming) e outras.


Durante o final de semana de debates e alinhamentos, os 17 participantes chegaram a um acordo sobre o “Manifesto for Agile Software Development” que gerou os seguintes resultados:

  • Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software

    • 4 Valores;

    • 12 Princípios do Software Ágil;

    • Signatários do Manifesto;

  • Formação da Agile Alliance;

Os 4 valores e 12 princípios do Desenvolvimento Ágil de Software serão abordados em próximos artigos separadamente, entretanto, gostava de dar foco num item que passa despercebido por muitos Agilistas, que foi a criação da "The Agile Alliance".


A “Agile Alliance” tornou-se uma organização global sem fins lucrativos fundada no Manifesto for Agile Software Development. Eles apoiam pessoas e organizações que exploram, aplicam e expandem valores, princípios e práticas ágeis.


Quer perceber mais sobre o Manifesto e outros temas?

Inscreva-se em nossa newsletter para receber nossos conteúdos e novidades.


Até breve.


Referências:

61 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page