top of page
  • Foto do escritorRicardo Caldas

Moving Motivators

No artigo anterior eu escrevi sobre Personal Map e para concluir a visão de Energizar Pessoas, vou escrever sobre os Moving Motivators. Então vamos à isso!


Estamos acostumados a escutar e falar sobre motivação, mas afinal o que é motivação?


“Motivação é um impulso que faz com que as pessoas ajam para atingir seus objetivos.


Entretanto, o que te motiva? O que te faz acordar cedo todos os dias para trabalhar (excluindo as faturas a serem pagas todos os meses)? Você faz por obrigação ou porque ama o que faz? Perguntas simples, porém difíceis de responder.


Antes de explicar o que são os Moving Motivators, preciso falar sobre motivação Extrínseca e Intrínseca.


O que é motivação extrínseca? É gerada por fatores externos à própria pessoa, como: recompensas, aumento salarial, prêmios ou promoções, punições, acções disciplinares, críticas etc.


O que é motivação intrínseca? É determinada por fatores gerados internamente e que fazem com que as pessoas se comportem de uma forma ou de outra, ou que se movam numa certa direção. Estes fatores incluem responsabilidade (o sentimento de que o trabalho é importante), autonomia (a liberdade de ação), razão para usar e desenvolver competências, trabalho interessante e aliciante, oportunidades de desenvolvimento e progresso na carreira.


Existe uma TED Talk do Daniel Pink que fala sobre motivação intrínseca que vale a pena assistir pois exemplifica facilmente este tema.


RSA Animate - Daniel Pink - Drive
Fonte: RSA Animate

Vamos então seguir para os Moving Motivators, que foi Inventado pelo fundador do Management 3.0, Jurgen Appelo é um exercício destinado a nos ajudar a refletir sobre a motivação e como ela afeta a mudança organizacional.

CHAMPFROGS = Os 10 Motivadores segundo Jurgen Appelo

O exercício dos Moving Motivators é baseado em dez motivadores, que Jurgen derivou das obras de Daniel Pink, Steven Reiss e Edward Deci. Esses dez motivadores são intrínsecos, extrínsecos ou um pouco de ambos.


Os 10 motivadores são carinhosamente chamados de CHAMPFROGS e tem este nome porque são as 10 primeiras letras de cada motivador em inglês.


Vejam abaixo quais são estes 10 motivadores:

  • Curiosidade: Tenho muitas coisas para investigar e pensar

  • Honra: Sinto-me orgulhoso de que meus valores pessoais se reflitam na forma como trabalho.

  • Aceitação: As pessoas ao meu redor aprovam o que eu faço e quem eu sou.

  • Maestria: Meu trabalho desafia minha competência, mas ainda está dentro de minhas habilidades.

  • Poder: Há espaço suficiente para eu influenciar o que acontece ao meu redor.

  • Liberdade: Sou independente dos outros com meu trabalho e minhas responsabilidades.

  • Relacionamento: Tenho bons contatos sociais com as pessoas do meu trabalho.

  • Ordem: Existem regras e políticas suficientes para um ambiente estável.

  • Meta: Meu propósito na vida se reflete no trabalho que faço.

  • Status: Minha posição é boa e reconhecida pelas pessoas que trabalham comigo.

No Workshop de Management 3.0 que leciono, eu apresento os Moving Motivators aos alunos e peço que organizem da esquerda para a direita o motivador menos importante até o mais importante.


O engraçado é que sempre fazem perguntas se podem por mais de 1 motivador na mesma posição e a resposta é óbvia: Não pode, você tem que priorizar. E para priorizar a pessoa tem que parar, pensar, refletir, colocar o motivador em uma posição e muitas vezes mudar de posição pois apareceu outro motivador que é mais prioritário que os que já estavam posicionados.


Moving Motivators
Fonte: Ricardo Caldas

Depois da ordenação, fazemos uma discussão em grupo para perceber os motivadores em comuns e nos conhecer melhor.


Da mesma maneira que citei no artigo do Personal Map, se você for utilizar o Moving Motivator em sua empresa / equipa, é importante entender o objetivo da sessão, os resultado esperados e a audiência que vai participar.


Os moving motivators é uma prática que ajuda no autoconhecimento, de entender as motivações intrínsecas das pessoas, da equipa e ajuda no coaching e tomada de decisões.


Por causa dos workshops que ministro e dos coachings que faço, tenho o hábito de praticar frequentemente e recomendo que a cada 3 ou 6 meses visite o tema, atualize os seus motivadores pois eventualmente algo pode mudar.


Espero que tenha gostado e que deixe seu comentário no artigo.


Se quiser perceber mais sobre Management 3.0, participe da nossa próxima formação.

Nos próximos artigos vou continuar a escrever sobre práticas, visões da Management 3.0 e partilhar experiências e cases práticos para ajudar no seu dia a dia.


Quer perceber mais sobre o Management 3.0,, Gestão de Pessoas, Liderança e outros temas?


Inscreva-se em nossa newsletter para receber nossos conteúdos e novidades.

Até breve.


Referências

23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page